A Comarca de Nova Londrina Impresso

Carta do Editor

AO GOSTO DO ELEITOR

Como fazer política para todos

WILLIAN FARIA

No mês de Outubro do ano passado, Otávio Henrique Grendene Bono, se consagrava prefeito eleito de Nova Londrina. Em uma pequena sala no comitê eleitoral, localizado na rua Pr. Raimundo de Oliveira teve a confirmação. Foram 78,22% dos votos válidos, exatos 5.544 votos válidos. Os cerca de cem espectadores reunidos naquela tarde avançada de domingo – e com o resultado chegavam mais – comemoravam a vitória nas urnas. De uma descrição própria de sua personalidade, Vico, alcunha a qual  é conhecido por todos na cidade, o prefeito eleito não queria foguetório nem carreata, foi impossível segurar os ânimos dos eleitores e correligionário, a vitória corria na veia de cada um que o cercava. Dez meses se passaram desde que o prefeito eleito assumiu a cadeira do executivo, o prefeito abre um envelope lacrado, retira o conteúdo de dentro e avalia os resultados, eram os resultados do Instituto de Pesquisas de Opinião Pública. Os 49,17% saltavam aos olhos destacando a administração de seu mandato como Boa, seguidos 35,91% como Regular,2,21% Ruim e 11,6% Ótima, somado aos 1,1% dos que não sabiam. Um resultado extremamente bom na ótica do cenário político brasileiro. O cumprimento de parte das promessas de campanhas abriu o caminho e cravou uma forte aceitação do público ao atual mandato, o inicio de recapes e manutenção das ruas, sinalização, uma equipe de limpeza atuante, incentivo ao esporte nova-londrinense, a implantação de academias da terceira idade, iluminação pública entre tantas outras ações que abrangem a educação, saúde, turismo, esporte, agricultura, meio ambiente e a busca pelo sonho de  geração de empregos calçou o jovem gestor de aspiração, não a política, mas a de uma causa em comum com a sociedade, a promoção de igualdade econômica e social.

Desde criança, o filho de  Silvana Grendene, e de Nelson Bono (In Memorian) trazia consigo o hábito de partilhar e ouvir, segundo relata sua mãe e professores. “O Vico se destacava em sua educação e postura em sala de aula” descreveu a Prof. Terezinha Gehring (In memorian) no mês de Agosto do ano passado em depoimento gravado à coordenação de campanha.

Com seus 34 anos, Vico tem uma visão de trabalho diferenciada de outros gestores, um ideal político para todos, a campanha ficou em 2016: “Preciso da contribuição de todos para administrar” citação que carrega em todos momentos que há mensura á divisões no mandato interiorano.

“O que é bom esta aqui”

Willian Faria & Dorival Nascimento.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*